Unidades de disquete tocam a musica tema de ‘Game of Thrones’

O bom e velho YouTube, onde nenhuma canção e tão sagrada que não se possa ferrar com ela. Depois do remix de cabras gritando musicas de Bon Jovi e Alicia Keys, uma versão com tiros e pistola daquela canção de copos da ‘Pitch Perfect’, e é claro o ancora e editor do NBC Nightly News Brian Williams em um rap de Sir Mix-A-Lot’s “Baby Got Back”.

Um tipo de musica cover que talvez você não tenha visto ainda é chamada de FDD (Floppy Disk Drive Music), ou musica de disco flexível.

Sim, discos removíveis, ou melhor, as unidades de disquete, lembra deles? O hardware já não é mais usado a um bom tempo, mas uma legião de tecnófilos ressuscitaram os velhos componentes do computador para produzir musica.

O usuário do YouTube Arganalth tem uma versão incrível da música do Nirvana ‘Smells Like Teen Spirit’. O usuário Gigawipf usa 14 unidades e um disco rígido para espremer uma versão da música ‘Tained Love’ da dupla Soft Cell. E nos últimos três anos, Anand Jain, conhecido no YouTube como MrSolidSnake745, usa as unidades de disquete para fazer cover de quase tudo, desde Bach, Beethoven e Disney, até Niki Minaj, musica de video game, e EDM.

A versão que ele fez de ‘Game of Thrones’, tem dois minutos e ja passou a marca de  um milhão e oitocentas mil visualizações desde que foi publicada em 2012. Ele tem 26 anos e vive em Coconut Creek na Flórida, é um desenvolvedor em tempo integral para uma empresa de software de saúde em casa. Jain gasta cerca de 10 a 20 horas por mês em uma canção nova com suas unidades de disquete.

O seu primeiro cover foi a Marcha Imperial do filme Star Wars. A canção foi produzida usando apenas tres unidades de disquete, é de longe menos avançada do que sua configuração atual que é de oito unidades.

“É um passatempo estranho”, admite Jain.

Mas como isso funciona? As unidades de disco emitem sons similares a um violino. Quando você puxa o arco sobre uma corda, ou golpeia, ela vibra em certa freqüência. A mesma coisa acontece com as unidades de disquete. Os dois motores do dispositivo – o motor de passo e o motor de leitura e gravação da cabeça – pode ser dito a que taxa irá vibrar usando um software.

Depois de selecionada a musica, é necessário encontrar o arquivo MIDI, que traduz a música em comandos para o computador. Então ele faz o upload para o Moppy, que significa “Musical Floppy”. É um programa com código fonte aberto hospedada na GitHub.

As unidades de discos flexiveis são equipadas com microcontroladores que recebem os dados e giram a diferentes velocidades para tocar uma nota. apenas uma nota pode ser produzida por vez por cada unidade, e cada um produz certas notas melhores que outros.

Jain aperfeiçoou sua metodologia com o passar dos anos, ele gasta maior parte do tempo agora, filmando e editando os videos. De tempos em tempos ele faz novos arranjos nas músicas para ficarem mais trabalhadas. Ele não é pago para fazer isso, porem ganha dinheiro com propaganda no YouTube.

Fonte: CNN Money

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: