Dicas Sociedade 

Dicas para quem quer trabalhar no exterior

Pretende trabalhar e morar fora do Brasil? Confira algumas dicas para facilitar esse processo e evitar transtornos

O aperfeiçoamento das comunicações e dos transportes fez muita gente tirar do papel um velho sonho da juventude: trabalhar em outro país. Hoje, é possível buscar informações e encontrar até vagas com poucos cliques pela internet.

Profissionais de engenharia, TI, comunicação, ciências, entre outras áreas, estão ampliando seus conhecimentos e descobrindo novas oportunidades profissionais graças a essa experiência de fixar residência fora do Brasil.

O número de pessoas que decidiu mudar de país cresceu. Levantamento da Receita Federal mostra que aumentou 81,61% a quantidade de cidadãos brasileiros que fizeram a Declaração de Saída Definitiva do País no triênio 2014-2016 em comparação ao triênio anterior (2011-2013).

Entretanto, sair do Brasil e trabalhar em outro país não é uma decisão fácil. A pessoa precisa planejar, pesquisar e se informar bem antes de fazer as malas e sair em busca de um emprego – e dificilmente encontrará algo rápido.

Contudo, algumas dicas podem ajudar nessa procura e na preparação para a viagem. Com o mundo globalizado, não há mais fronteiras para a nossa imaginação e nossa capacidade de trabalhar.

Aprenda sobre a língua e a cultura do país

Pode parecer óbvio, mas antes de resolver trabalhar em um novo país, tente aprender um pouco mais sobre o idioma e os hábitos culturais daquela região. Um bom começo é conhecer o clima durante todo o ano, a rotina de trabalho e o sistema de transporte.

O recomendável é fazer uma visita ao país antes de se mudar em definitivo. Isso ajuda a descobrir e vivenciar esses detalhes na prática e até a construir uma rede de contatos. Outra opção válida é conversar com outros brasileiros que trabalham e moram por lá.

Estabeleça um networking antes mesmo de viajar

Possuir uma rede de profissionais é fundamental em qualquer região – ainda mais se você for morar em outro país. Portanto, antes mesmo de viajar, tente consolidar um networking com profissionais da sua área no país que você pretende trabalhar.

Além de facilitar sua estadia com dicas e sugestões, essas pessoas podem dar mais informações sobre custo de vida, salário, rotina, entre outros pontos importantes. As redes sociais e eventos são ótimas portas de entrada para iniciar essa troca de experiência.

Pesquise as condições de trabalho

Não basta conhecer demais a sua área de atuação. Para trabalhar em outro país, é necessário se informar sobre as condições que você irá encontrar no trabalho. As leis trabalhistas e a própria cultura organizacional mudam de região para região.

Para evitar surpresas, o ideal é pesquisar bastante antes de viajar – se possível com pessoas que já trabalham no país e podem dar dicas na prática. Outra recomendação é ter uma flexibilidade e tolerância maior no dia a dia para diminuir o impacto do choque inicial.

Informe-se sobre Vistos e permissões

Por falar em lei, compile todas as informações e dados possíveis sobre vistos e permissões de trabalho no país que você escolheu. Leia tudo e, principalmente, programe-se para não perder nenhum prazo e correr o risco de se tornar um imigrante ilegal.

Grandes empresas contratam pessoas que seguem os trâmites burocráticos. Cada nação possui uma legislação diferente sobre a permissão de trabalho para estrangeiros. Confira todas as regras e dê prioridade máxima a essa questão.

Faça um currículo e carta de apresentação no idioma local

Outra dica válida para qualquer busca por emprego é montar um currículo e uma carta de apresentação impecáveis. Saiba qual design e quais informações são mais importantes para destacar nesses dois documentos.

O principal, porém, é fazer no idioma local do país em que você quer trabalhar. Se a empresa for multinacional, você pode deixá-los em inglês. Mas se for em um país específico, como a Alemanha, o recomendável é utilizar a língua alemã.

Monte seu portfólio

Depois do currículo e da carta de apresentação, atualize seu portfólio com suas principais atuações em seu mercado. Prêmios, projetos inovadores e atividades reconhecidamente importantes são chamariz importante na hora de buscar um emprego.

A dica é praticamente a mesma. Faça esse documento no idioma local ou pelo menos em inglês se for uma multinacional. Além disso, deixe esse conteúdo online para ser acessado em qualquer parte do planeta.

Veja diplomas e certificações

Já que estamos falando de suas experiências profissionais e acadêmicas, não se esqueça de pesquisar sobre diplomas e certificações exigidas no país que você irá trabalhar. Confira se o seu diploma é realmente válido na região ou se precisa fazer algum teste a mais.

Também veja se é obrigatório apresentar algum documento de proficiência em língua estrangeira. Alguns países e empresas exigem dos interessados um certo grau de conhecimento comprovado por testes, como o TOEFL.

Descubra os melhores lugares para morar e trabalhar

As cidades podem ser diferentes entre si, mas uma coisa não muda: cada município tem sua área nobre e bairros mais afastados. Logo, busque informações sobre as regiões onde estão as empresas da sua área de atuação.

A partir daí, é possível traçar um planejamento para identificar possíveis locais de moradia para você, levando em consideração o deslocamento até o trabalho, a qualidade de vida do local e a oferta de transporte público.

Busque ajuda de profissionais

Por fim, não tenha receio de buscar ajuda de empresas especializadas em serviços de imigração. Esses profissionais podem auxiliar em vários pontos e, principalmente, tirar da gaveta o seu sonho de trabalhar e morar em outro país.

Despachantes, empresa de tradução profissional, agências de viagem, entre outras companhias, podem trazer mais informações e agilizar todos os processos que envolvem essa grande mudança.

Texto: Tainá Fantin, Link Building SEO Marketing

Publicações relacionadas

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: