Microsoft paga por comentários positivos

xboxone_17-100068777-orig

Microsoft está pagando para personalidades do YouTube falarem bem do seu console.

Num mundo onde tudo é válido para sair um na frente do outro, a Microsoft tem sua própria estratégia, um tanto suja, mas não deixa de ser uma boa estratégia de marketing. O principio da boa venda de um produto está em como este agrada o consumidor, e quanto mais feliz for o consumidor mais as chances de alcance de outros em potencial.

O exemplo mais recente: Ars Technica relata que a Microsoft pagou secretamente dinheiro para personalidades do YouTube que promoveram o Xbox One e três dólares por mil visualizações, para ser exato. Isso pode não parecer muito, mas estamos falando de canais que muitas vezes recebem centenas de milhares ou mesmo milhões de visualizações por vídeo.

machinima_primary-100226213-largePlataforma de jogos populares Machinima tornou-se o foco deste escândalo: A promoção foi anunciada pelo Machinima Reino Unido em um tweet que agora ja foi apagado, e um e-mail vazado confirma o negócio. O que está claro é a amplitude dos esforços da Microsoft. É duvidoso porque a Machinima foi a única entidade que a fabricante do Xbox contatou.

Pelo e-mail da Machinima, as regras eram simples: incorporar trinta segundos de imagens do jogo em um vídeo e, especificamente mencionar que ele é jogado em um Xbox One; marcar o vídeo com XB1M13, e em seguida, enviar o link através Poptent, uma plataforma especializada em multidão de origem campanhas de vídeo de marketing, como Microsoft.

Ah, e os criadores de conteúdo tinha que manter o segredo promoção.

Sob o manto da noite

Uma cópia do acordo legal completo por trás da promoção vazou no mundo. Nele, há uma seção de confidencialidade que declara inequivocamente: “Você concorda em manter confidencialmente todos os assuntos relacionados a este Acordo, incluindo, sem limitação, os requisitos de promoção, e o CPM Remuneração, listados acima.”

Além disso, os criadores “não podem dizer nada negativo ou depreciativo sobre Machinima, Xbox One, ou qualquer de seus jogos” em seus vídeos.

pS6Gd5vPortanto, a Microsoft está pagando por um boca-a-boca positivo de figuras da comunidade de confiança, em segredo. Tais campanhas populares falsas (conhecido como astroturfing) são particularmente eficazes porque eles não se parecem com publicidade. Também é muito mais barato do que a publicidade tradicional.

Ars Technica descobriu uma promoção semelhanteMicrosoft / Machinima de novembro do ano passado (quando o Xbox Um foi lançado). Com o YouTube uma força crescente na cobertura de jogos, é ingênuo pensar que essas coisas não irão acontecer novamente. Ainda assim, a tática é questionável legalmente. Segundo as regras da FTC (PDF), os blogueiros devem deixar claro que as mensagens são endossos pagos – Uma condição que poderia ser violada aqui.

Mas o mais importante, como que esta revelação afeta a comunidade de jogos no YouTube em geral? Este tipo de promoção é uma traição à conquista suada da confiança do usuário. As personalidades do YouTube ganharam influencia em grande parte porque eles eram vistos como dignos de confiança e “para alguns de nós” viraram fãs, sem a mancha do investimento em publicidade. Revelações como esta potencialmente podem prejudicar a credibilidade de não apenas aquelas poucas personalidades que se aproveitaram, mas toda a plataforma. Se os espectadores vão cuidar é outra história.

Aqui, a pesquisa que comprova que muitos YouTubers aderiram ao “programa de ganhos” da Microsotf

Fonte: PCWorld
Tradução e adaptação: Suprimatec 

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: