Tecnologia 

Falha no Bitcoin poderia deixar um pequeno grupo assumir o controle da moeda

Pesquisadores da Universidade disseram que encontraram um defeito despercebido no Bitcoin que poderia minar todo o sistema, transformando a moeda que é descentralizada em centralizada.
Pesquisadores da Universidade disseram que encontraram um defeito despercebido no Bitcoin que poderia minar todo o sistema, transformando a moeda que é descentralizada em centralizada.
O Bitcoin tem uma falha inerente que poderia permitir que um poderoso grupo de trapaceiros tomasse o controle da moeda, agora descentralizada.

Tudo isso de acordo com uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo Professor Emin Gün Sirer e seu companheiro Ittay Eyal pós-doutorado da universidade de Cornell.

A falha é devido à natureza de como bitcoins são criados – as pessoas “garimpam” a moeda, resolvendo um quebra-cabeça complexo, com seus computadores. E se usado corretamente, o sistema está configurado de forma que uma maquina possa resolver corretamente esse puzzle a cada 10 minutos, e o vencedor recebe 25 bitcoins. Por existirem muitas pessoas no sistema, os bitcoins são distribuídos uniformemente.

Mas os mineiros de bitcoin poderiam explorar uma falha no sistema que lhes daria uma chance maior de obter bitcoins do que os mineiros rivais: Resolver um quebra-cabeça dá aos mineiros uma chance muito maior de resolver o próximo, e as soluções são normalmente armazenados em um registro público chamado “blockchain”.

Mas as soluções não devem ser divulgadas. Se você resolver um quebra-cabeça e mantê-lo em segredo, você pode começar a trabalhar no próximo e deixar todo mundo manter a mineração no lugar errado.

Essa vantagem injusta torna-se ainda mais evidente quando um grupo secreto de mineiros egoístas se agrupa, e unem recursos computacionais para resolver os enigmas. Quanto maior o grupo, mais frequentemente eles ganham. Se um grupo se torna grande o suficiente, ele poderá assumir o controle da moeda.

Se isso acontecer, os bitcoins não serão tão diferentes do que dólares, yen e yuan – moeda cuja oferta é controlada por um poderoso banco central. O grupo que controle o Bitcoin pode facilmente conduzir o valor da moeda digital para cima ou para baixo, adicionando ou retendo bitcoins do sistema.

Isso poderia atrapalhar pela simples razão de muitos usuários decidirem usar a moeda de quatro anos, o que representa um mercado de 2,6 bilhões dólares nesta segunda-feira (04/11/2013). Muitos libertários gostam da ideia de uma moeda que não tem apoio do governo ou de uma autoridade centralizada.

 “Ninguém quer derrubar o Bitcoin”, disse Eyal. “Mas, se você sabe que você pode aumentar sua receita um pouco mais, você vai se juntar aos egoístas. “

Apesar das flutuações desenfreadas na avaliação, o preço de bitcoins mal se mexeu depois que o relatório foi tornado público.

No relatório, Eyal e Sirer disseram que já existem grupos de mineiros que são grandes o suficiente para tirar proveito de sua teoria mineração egoísta. Por enquanto eles não viram ninguém se envolvendo nesse tipo de estratégia, no entanto, isso poderia estar acontecendo nas sombras.

Como solução, Eyal e Sirer sugerem uma mudança na regra de mineração do bitcoin: A potência total de mineração de um grupo não deve ser capaz de ultrapassar um quarto do poder de mineração da comunidade bitcoin como um todo. Essa emenda, que poderia ser implementado com uma simples atualização de software, impediria qualquer grupo de tomar o controle total da moeda.

Atualmente há 11,9 milhões de bitcoins em circulação. Alguns usuários bitcoin tendem a receber mais atenção, como os compradores ilícitos no mercado negro online, como os da Rota da Seda que foi recentemente fechada. Eles tendem a ser atraídos para a natureza anônima da moeda.

Mas os bitcoins também têm atraído alguns grandes interesses comerciais. Baidu (BIDU) , uma empresa chinêsa de serviços na web, recentemente começou a aceitar pagamentos em bitcoins. E as empresas de capital de risco começaram a investir em startups, como o Círculo Internet Financial, que fazem ferramentas de pagamento em bitcoin.

Publicado em 4 de novembro de 2013
Fonte: CNNMoney
Tradução e adaptação: Suprimatec

Publicações relacionadas

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: