Curiosidades Segurança Tecnologia 

Conhecendo a Dark Web: O lado escuro da internet

Diferença entre Web, Deep Web e Dark Web
Diferença entre Web, Deep Web e Dark Web

90% da internet vive entre a deep web ou a dark web, uma parte da internet que você não pode pesquisar com o Google, o que requer um broswer específico para acessar. O alto nível de anonimato na dark web cria um refúgio para atividade criminosa, mas denunciantes usam ela também para vazar informações sigilosas.

Escura e profunda

De vez em quando, você vê manchetes sobre a dark web, principalmente em relação a uma operação policial, ou você ouve sobre hackers despejando senhas na dark web. Você até mesmo ouve histórias de como “90 por cento da Internet” está lá. Mas o que ela é realmente e como você chega lá? Contas do Gmail e Yahoo hackeadas vendidas na Darkweb

A dark web é uma parte da Internet que você não pode pesquisar no Google, e você precisará de um software especial para acessá-la. Ele permite que os usuários fiquem anônimos ao visitar sites e exigem navegadores que ocultarão os endereços IP dos servidores que executam o site. Esse nível de anonimato torna a web escura atrativa tanto para denunciantes quanto para criminosos.

Agora, existe muita confusão entre a dark web a a deep web. A deep web é simplesmente qualquer site ou partes de sites que não são indexados nos motores de busca. Sites escondidos por baixo de um paywall(firewall pago) ou protegido por senha, partes da Internet estão na deep web. Isso é um monte de sites, que é de onde vem a coisa de 90 por cento.

Como se chega lá?

Chegar à dark web requer software especial. O mais proeminente é Tor ou The Onion Router. Trabalha ziguezagueando o trajeto que o tráfego da internet atravessa. Em vez de conectá-lo diretamente a um site, o Tor passa por servidores de retransmissão e criptografadores.

Fazer o download do Tor ou usar outro software para acessar a dark web é fácil. Encontrar sites específicos lá é a parte mais difícil. Sites como o Hiddenwiki tentam manter uma coleção de endereços conhecidos na dark web, mas eles quase sempre mudam, devido à natureza fluida da dark web.

O que você faz lá?

Não podemos enfatizar isso o suficiente: A dark web é um paraíso para criminosos. Sites como a Silk Road e seus descendentes são mercados para drogas, armas, pornografia infantil e outros negócios desagradáveis.

Mas há um lado mais leve. O anonimato torna um lugar seguro para que os denunciantes deixem informações. Ele também é usado por grupos em regimes autocráticos que policiam a Internet para conversar uns com os outros, organizar ou simplesmente pedir ajuda.O surpreendente lado bom da Dark Web

Fonte: Futurism

Publicações relacionadas

3 Thoughts to “Conhecendo a Dark Web: O lado escuro da internet”

  1. […] Eles usaram um software de aprendizado de máquina treinado para classificar o conteúdo em mais de 13.000 sites ativos. Pouco mais da metade foram marcados como hospedagem de atividade ilegal de algum tipo. “Isso realmente nos surpreendeu”, diz Michaud. “Nós pensamos que seria muito pior.” Conhecendo a Dark Web: O lado escuro da internet […]

  2. […] A Wired descreve a Dark Web de forma mais sucinta como uma “coleção de milhares de sites que usam ferramentas de anonimato como Tor e I2P para ocultar seu endereço IP”. A chave é a descentralização, o que significa que nenhum navegador normal (Chrome, Safari) pode acessar esses sites. Em vez disso, o usuário deve ofuscar sua identidade online para ter acesso. Conhecendo a Dark Web: O lado escuro da internet […]

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: