Ideias e Marketing Sociedade 

Como desenvolver um bom relacionamento com o franqueado

Atualmente, o grande segredo para atingir alta performance em um sistema de franquia é manter uma relação saudável entre franqueadores e franqueados. Isso é o que indica a reportagem do site Pequenas Empresas Grandes Negócios (PEGN).

Uma convivência sem sintonia entre ambas as partes pode comprometer espantosamente a evolução do empreendimento. Isto é, o sistema de franchising necessita desta ponte para que a franquia se comprove como investimento que vale a pena!

Conforme a matéria do Portal PEGN, a questão psicológica tem muita relevância no sucesso da rede. Apesar disto, esta é uma área que tender a ser menosprezada e pouco compreendida nos dias de hoje. Afinal, os sentimentos também integram o ambiente de trabalho e a confiança deve ser mutua.

Isso é fundamental para que os franqueados consigam confiar totalmente no franqueador, abraçando as suas indicações a fim de fomentar o crescimento. Portanto, esta é uma sensação que deve ser explorada corretamente pelo franqueado desde o primeiro momento de relação.

Como manter uma boa relação com os franqueados?

De maneira geral, os franqueados buscam pela chance de construir um negócio sólido e lucrativo. Além disso, existe o interesse em encontrar o encaixe ideal. Ou seja, o setor que tenha haver com a pretensão financeira e se relacione com suas competências profissionais.

1 – Processo de seleção

O processo de seleção é o primeiro passo para assegurar uma boa relação com a menor quantidade de conflitos. Ajustar a expectativa do nicho é indispensável para que o cidadão não se frustre. Sendo assim, é indicado pesquisar, falar com outros franqueados e tirar as dúvidas antes de assinar.

2 – Alinhar o comportamento

Quando os franqueados manifestam interesse em se vincular com alguma companhia, eles também se comprometem em manter a mesma postura institucional. O franqueado terá de seguir o mesmo padrão a nível local e/ou nacional, visando se alinhar com a imagem da companhia.

Portanto, é fundamental que se tenha consciência deste posicionamento desde o primeiro momento para evitar qualquer problema.

Afinal, é preciso estar de acordo com determinada linha de trabalho para se sentir motivado e prosperar.

[Lomadee_300_250]

3 – Comunicação

A comunicação entre os franqueados e os franqueados é a primeira atividade para padronizar o empreendimento. Para que todos os envolvidos alcancem os resultados esperados, é fundamental que estejam bem informados a respeito de seu papel.

Deste modo, é indispensável que haja um dialogo franco, equilibrado e cordial entre as duas partes a fim de gerar o crescimento.

Caso você sinta alguma dúvida, basta se questionar se caso pudesse voltar no tempo se integraria de novo aquela mesma franquia? Se a resposta for positiva, vá em frente!

4 – Manutenção do padrão no atendimento

É bastante comum que as franquias forneçam treinamento de marketing, posicionamento e também atendimento ao público aos seus novos franqueados.

Tudo é feito para dar prosseguimento à forma de prestar o serviço ao seu público-alvo. O padrão deve ser seguido sempre!

5 – Valores e visão instituição

Vale salientar que a visão e os valores institucionais necessitam ser repassadas com ênfase aos franqueados. O objetivo é que eles tenham a capacidade de dar continuidade aos princípios em questão.

Como acontece com a postura da empresa, a adoção destes valores é relevante para que o franqueado se sinta parte da corporação.

Além disso, as informações podem ser úteis para tornar todo o processo de abertura e conquista de clientes muito mais fácil.

Levando em consideração essas 5 medidas, é provável que uma relação de sucesso seja criada entre as franquias e seus franqueados.

Isso porque será possível estabelecer o diálogo constante entre essas partes e também com os consumidores.

[lomade_729_90]

Publicações relacionadas

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: