Conteúdo Patrocinado 

Cloud Privada, Pública ou Híbrida, Qual é a Melhor Para Sua Empresa

Se a sua empresa quer evoluir, então a computação em nuvem é a solução ideal.

 A computação em nuvem é uma tecnologia que não para de crescer. Ela consiste, basicamente, no uso da capacidade de funcionamento de computadores interligados pela internet, que não estão no mesmo local da empresa.

Por meio dessa alternativa, empresas de todos os portes e segmentos não precisam investir em um sistema de computação completo: basta contar com um computador com acesso à internet, que a operação do sistema será feita remotamente, ou em nuvem.

Esses sistemas já existem há um bom tempo, mas ainda estão em ritmo de popularização no Brasil. A tendência, porém, é que seu uso seja cada vez maior, devido a todas as suas vantagens e benefícios.

História da Computação em Nuvem

O início da computação em nuvem é datado dos anos 2000, que foi quando essa tecnologia começou a ser utilizada. Porém, foi de 2006 para frente que ela começou a se popularizar, ainda que aos poucos no começo.

Gigantes da tecnologia mundial começaram a lançar seus serviços de computação em nuvem, e foi aí que o crescimento de seu uso começou a se tornar realidade, já que as empresas perceberam que essa era uma solução mais acessível e escalável do que sistemas de computação convencionais.

No Brasil, esses serviços começaram a ser oferecidos em 2008, mas ainda com um custo um tanto elevado, já que se tratava de uma novidade no mercado. Em 2012, a adoção por esses sistemas cresceu consideravelmente, e esse crescimento se mantém até hoje.

Características de Cada Tipo de Cloud

Pois bem, não existe apenas um tipo de sistema de computação em nuvem. Afinal de contas, como cada empresa possui diferentes necessidades, nada mais justo do que haver sistemas com características diferentes.

As vertentes desse sistema são a nuvem pública, nuvem privada e nuvem híbrida. Cada uma delas se mostra mais adequada às necessidades de diferentes empresas, embora todas tenham sido desenvolvidas para que os clientes tenham maior praticidade no uso das soluções em nuvem.

Cloud Pública

Startups ou empresas de pequeno porte geralmente não possuem muita verba disponível para a aquisição de um sistema muito complexo e de alto custo, mas isso não quer dizer que elas não possam contar com os benefícios da computação em nuvem.

Para elas, a melhor alternativa é a nuvem pública, em que todos os dados da empresa ficam alocados em um servidor externo, cuja comunicação é feita através da Internet. Os custos para infraestrutura são muito pequenos, quando existem, já que é possível aproveitar essa tecnologia até mesmo sem a aquisição de nenhum equipamento.

Por mais que os dados e arquivos não estejam dentro da própria empresa, eles ainda se mantém seguros, desde que as informações de acesso do sistema sejam passadas apenas para pessoas de confiança.

A cloud pública é perfeita  para a hospedagem de sites e e-mails e para o armazenamento de dados em geral.

Cloud Privada

Não é recomendado que determinados segmentos utilizem a cloud pública,principalmente quando se trata de empresas de grande porte e que atuem em áreas de alta complexidade. Nesses casos, o mais seguro é optar pela cloud privada, em que os dados ficam alocados em um servidor na própria empresa.

Existem até mesmo algumas legislações e exigências governamentais quanto ao armazenamento de dados sensíveis em uma cloud pública. Já com a cloud privada é diferente, os dados não precisam trafegar pela internet.

Apenas para ter uma noção da maior segurança oferecida por uma cloud privada, o acesso externo aos dados só pode ser feito por usuários que tenham o privilégio de acesso mais alto possível, chamado de AAA. Por isso, a segurança dos dados é garantida.

Esse tipo de cloud demanda investimentos maiores em relação à infraestrutura, já que o servidor ficará dentro da própria empresa. Para isso, é necessário que seja feita uma instalação elétrica específica para ele, a sala deve ser devidamente refrigerada e a empresa precisa ter uma equipe pronta para realizar manutenções, caso elas se façam necessárias.

De qualquer forma, para empresas de grande porte e com necessidades específicas, o custo-benefício da cloud privada é excelente.

Cloud Híbrida

Pode ser que a empresa precise da cloud privada para o armazenamento de dados muito.importantes e sigilosos, mas que não necessite de tudo isso para hospedar um site ou armazenar os e-mails, por exemplo. Nesses casos, a cloud híbrida é incomparavelmente a melhor.

A conexão entre a cloud pública e privada é feita por meio de uma conexão dedicada, para que os dados não sejam interceptados. Dos três tipos de cloud, esse é o que demanda o maior investimento, mas também possibilita o gerenciamento do sistema com muito mais liberdade e flexibilidade.

Cloud Pública, Privada ou Híbrida: Qual é Melhor?

Não há como definir qual é a melhor opção, já que essa escolha não deve ser feita apenas em relação à quantidade de recursos, e sim ao custo-benefício, viabilidade, segurança, praticidade e vários outros fatores.

Seja qual for o sistema de cloud computing, o importante é se certificar, com a empresa que prestará esse serviço, de que o tipo escolhido seja o mais adequado para suas necessidades. Assim, a eficácia do sistema de computação em nuvem realmente fará toda a diferença para que ela possa evoluir e subir de patamar no mercado.

Texto: Luana Sudré/Link Building – SEO Marketing

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: