Tecnologia 

Tecnologia 100 vezes mais rápida que o Wi-Fi é testada

fastest-li-fi-internet

Daqui pra frente espere ouvir muito sobre o Li-Fi, uma tecnologia sem fio que transmite dados em alta velocidade utilizando a comunicação através de luz visível (VLC), nos próximos meses. Os cientistas alcançaram velocidades de 224 gigabits por segundo no laboratório usando o Li-Fi no início deste ano, o potencial para essa tecnologia em mudar tudo sobre a forma como usamos a Internet é enorme.

E agora, os cientistas levaram o Li-Fi para fora do laboratório, pela primeira vez, em escritórios e ambientes industriais em Tallinn, na Estónia, relatando que eles podem conseguir a transmissão de dados em 1 GB por segundo, que é 100 vezes mais rápido do que a média atual de velocidades com Wi-Fi.

“Estamos fazendo alguns projetos-piloto em diferentes setores que podemos utilizar a tecnologia VLC (comunicação luz visível)”, Deepak Solanki, diretor executivo da empresa de tecnologia da Estónia, Velmenni, disse ao IBTimes do Reino Unido.

li-fii_1024

“Atualmente nós projetamos uma solução de iluminação inteligente para um ambiente industrial, onde a comunicação de dados é feita através da luz. Nós também estamos fazendo um projeto piloto com um cliente privado onde criamos uma rede de Li-Fi para acessar a Internet no espaço do escritório deles.”

O Li-Fi foi inventado por Harald Haas, da Universidade de Edimburgo, na Escócia em 2011, quando ele demonstrou pela primeira vez que, piscando a luz de um único LED, ele poderia transmitir muito mais dados do que uma torre de celular. Agora pense naquele teste feito no laboratório com uma marca de 224 gigabits por segundo, seria como transferir 18 filmes de 1,5 GB a cada segundo.

A tecnologia utiliza comunicação Luz Visível (VLC), um meio que utiliza luz visível entre 400 e 800 terahertz (THz). Ela funciona basicamente como uma forma incrivelmente avançada de código Morse, assim como a mudança de um maçarico ligado e desligado de acordo com um determinado padrão podem retransmitir uma mensagem secreta, um LED ligando e desligando em velocidades extremas pode ser usado para escrever e transmitir as coisas em código binário.

E não se preocupe em trabalhar em um ambiente muito luminoso com cores diferentes piscando a todo tempo, os LEDs que podem ser ligados e desligados em velocidades imperceptíveis a olho nu.

Li-Fi tecnologia
Nova tecnologia sem fio foi testado que é 100 vezes mais forte do que Wi-Fi.

Os benefícios do Li-Fi em relação ao Wi-Fi, com exceção das velocidades potencialmente muito mais altas, é que a luz não pode passar através das paredes, e torna-se muito mais segura, e como Anthony Cuthbertson aponta a IBTimes Reino Unido, isso também significa que há menos interferências entre os dispositivos.

Enquanto Cuthbertson diz que a Li-Fi provavelmente não irá substituir completamente o Wi-Fi nas próximas décadas, as duas tecnologias podem ser utilizadas em conjunto para alcançar redes mais eficientes e seguras.

Nossas casas, escritórios e edifícios industriais já foram equipados com infra-estrutura para fornecer Wi-Fi, e jogar tudo isso fora para substituir com a tecnologia Li-Fi não é particularmente viável, então a ideia é equipar os dispositivos que temos agora para trabalhar com tecnologia Li-Fi.

As equipes de pesquisa ao redor do mundo estão trabalhando apenas nisso. Especialistas Li-Fi relataram para o The Conversation no mês passado que Haas e sua equipe lançaram PureLiFi, uma empresa que oferece um aplicativo de plug-and-play para acesso seguro à Internet sem fios, com uma capacidade de 11,5 MB por segundo, o que é comparável a primeira geração Wi-Fi. A empresa de tecnologia francesa Oledcomm está em processo de instalação de sua própria tecnologia Li-Fi nos hospitais locais.

Se as aplicações como estas e os testes de Velmenni na Estónia forem bem sucedida, poderíamos alcançar o sonho descrito por Haas em sua TED em 2011 abaixo, todo o acesso à Internet será através de lâmpadas de LED espalhadas pela sua casa.

Li-Fi é saudado por seu potencial para aumentar a capacidade de transferência de dados
Li-Fi é saudado por seu potencial para aumentar a capacidade de transferência de dados

“Tudo o que é preciso fazer é encaixar um pequeno microchip em cada dispositivo de iluminação, então ele pode combinar duas funcionalidades básicas: iluminação e de transmissão de dados sem fio”, disse Haas. “No futuro, não só teremos 14 bilhões de lâmpadas, podemos ter 14 bilhões de Li-Fis implantadas em todo o mundo para uma futuro mais limpo, mais verde, e ainda mais brilhante.”

Fonte: Science Alert

Publicações relacionadas

11 Thoughts to “Tecnologia 100 vezes mais rápida que o Wi-Fi é testada”

  1. Fascinante, o emprego de uma velocidade dessas em redes industriais a custo de somente acender LEDs, pode baratear mtas instalações. Se isso se popularizar, vai ser ótimo.

    1. Eu fiquei muito feliz em postar essa noticia, porque estamos entrando em uma onda, onde a agilidade de processos precisará ser muito rápida mesmo, e essa inovação é muito importante. Algo que revolucionará a internet e a comunicação de dados

  2. Me fez lembrar de Contatos Imediatos de Terceiro Grau, que a luz da nave foi usada para transmitir uma comunicação direta sobre a troca. O filme apenas incrementou com música para dar mais emoção. 😉

    1. A verdade está lá fora meu amigo!

  3. […] 1001Tecnologia 100 vezes mais rápida que o Wi-Fi é testada […]

  4. Fala Eder! Gostaria de um assunto aqui no Blog. O tema seria “A influência das ondas Wi-Fi na saúde do corpo.” Andei pesquisando a respeito e existem pessoas sensíveis a elas. Vocês poderiam abordar se isso é verdade mesmo? Fiquei preocupado. E como esse Blog é visionário, vocês são autoridades no assunto. Abraço!

    1. Claro, obrigado pela sugestão, vou trabalhar no tema sim.

  5. […] monte de números mais elevados nesta lista. E quem sabe, por esse ponto podemos todos estar usando Li-Fi em vez […]

    1. Legal Débora, fico muito feliz por ter lembrado de mim!

  6. […] Tecnologia 100 vezes mais rápida que o Wi-Fi é testada […]

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: