Ciência 

O poder do seu cérebro pode estar em risco agora mesmo

O poder do seu cérebro pode estar em risco agora mesmo

Só de estar perto do seu smartphone, pode ser o suficiente para reduzir o poder do seu cérebro. Mesmo quando desligado! De acordo com um novo estudo. Provavelmente você pode querer, no futuro, deixar seu celular algum tempo sozinho.

A pesquisa mostra a forma como os nossos smartphones se tornaram uma fonte constante de distração. E a maneira como usamos, pode levar a uma melhor compreensão dos perigos de estarmos sempre conectados e disponíveis.

De acordo com a equipe da Universidade do Texas em Austin, o estudo demonstra como ter telefones à vista ou de fácil acesso significa que alguma parte do nosso cérebro é inevitavelmente usado ​​enquanto tentamos não nos distrair.

“Vemos uma tendência linear que sugere que à medida que o smartphone se torna mais visível, a capacidade cognitiva disponível dos participantes diminui”, diz um dos pesquisadores, Adrian Ward.

“Sua mente consciente não está pensando em seu smartphone, mas esse processo, o processo de exigir que você não pense em algo, usa alguns de seus recursos cognitivos limitados. É uma fuga de cérebros”.

Essas conclusões foram alcançadas após dois experimentos. No primeiro, foi solicitado a 520 usuários de smartphones para deixarem-no no modo silencioso, em seguida, levá-los em outro quarto, colocá-los de frente para baixo em uma mesa, ou colocá-los em um bolso ou uma bolsa.

Os voluntários foram então convidados a completar uma série de testes de computador que exigiam muita concentração.

Os participantes que deixaram seus telefones em outra sala “superaram significativamente” aqueles com seus telefones na mesa e “ligeiramente superaram” aqueles com seus telefones no bolso ou na bolsa, informam os pesquisadores.

No entanto, os próprios participantes não admitiram que a localização dos telefones teve efeito sobre a concentração no teste.

O poder do seu cérebro em teste

O poder do seu cérebro pode estar em risco agora mesmo

275 voluntários foram convidados a passar pelo mesmo processo. Desta vez foram perguntados antecipadamente quanto eles sentiram que dependiam de seus telefones. Novamente, os telefones tinham que ser deixados em uma mesa, em um bolso ou bolsa, ou em outro quarto. Desta vez, foi solicitado a alguns participantes que desligassem seus telefones também.

Aqueles que disseram que eram mais dependentes de seus telefones apresentaram um desempenho pior nos testes. Mas apenas quando o telefone foi colocado em uma mesa ou no bolso ou em uma bolsa. Se o telefone estivesse em outra sala, a dependência do telefone não teve impacto significativo nos resultados dos testes.

Se o telefone estava ligado ou desligado, ou se foi colocado virado para cima ou de frente para baixo em uma mesa, também não fez diferença no desempenho geral, descobriram os pesquisadores.

Em outras palavras, a única maneira de realmente certificar-se de que o seu telefone não está te distraindo é: remova-o fisicamente da sala em que você está. Desligar ou colocá-lo com a face para baixo não é suficiente.

Você provavelmente não precisa dizer que ter um smartphone em volta pode ser distrativo. Mas é interessante que apenas ter um telefone por perto, mesmo que esteja desligado ou em modo silencioso, é suficiente para reduzir nossa capacidade mental para outras tarefas.

“Não é que os participantes estavam distraídos porque receberam notificações em seus telefones”, diz Ward. “A mera presença de seu smartphone foi suficiente para reduzir sua capacidade cognitiva”.

O poder do seu cérebro pode estar em risco agora mesmo

A pesquisa foi publicada no Journal of the Association for Consumer Research.

Publicações relacionadas

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: