erros de traduçãoCuriosidades 

Top 7: Gafes mais engraçadas de erros de tradução

Com o boom da tecnologia e a alta no fluxo de informações que são geradas a todo momento e no mundo todo, a área de tradução é uma das que mais cresce. E com a propagação de conhecimentos, notícias e do próprio mercado virtual, vem também a necessidade de investir em outros idiomas. Quem, atualmente, não está o tempo todo lendo textos, assistindo a filmes ou mergulhado no maravilhoso universo midiático?

O trabalho de tradução tem grande importância na disseminação de informação ao longo do globo e essa é uma área que pode oferecer serviços para todas as demais. Sem a tradução de documentos importantes, não teria como empresas dialogassem e firmassem acordos, por exemplo.

Porém, assim como em todas as demais áreas, existem pequenas – ou grandes – gafes que acabam passando despercebidas pelos olhos dos tradutores e que podem render uma tremenda confusão na hora da publicação. Uma tradução errada ou mal feita pode não só interferir na mensagem transmitida ao público, como também atrapalhar ou arruinar toda uma produção.

Erros de tradução podem ainda mudar o sentido de séries e filmes, trazer riscos para futuras negociações de uma empresa ou até mesmo manchar o nome de uma marca. Mas uma coisa é certa: existem erros de tradução que rendem boas gargalhadas! No artigo de hoje, trouxemos 7 exemplos de gafes cometidas por erros de tradução.

Queijo de Minas

É isso mesmo! Imagina só chegar em um restaurante e encontrar um prato que serve queijos supostamente extraídos de minas? Foi esse o sentido dado ao queijo de Minas Gerais através da tradução de “Cheese Mine“, sendo que “Mine“ significa “Mina“. Esse erro aconteceu durante a Copa de 2014 e é melhor acreditar que a tradução tenha saído assim por conta da correria dos preparativos para o evento de futebol.

Embarque e desembarque

Imagina só pegar a fila de embarque atrasado e perder o voo ao descobrir que se tratava da fila de desembarque? Essa situação já deve ter acontecido com um grande número de passageiros nesse aeroporto. Isso porque a palavra “departure“ está traduzida como desembarque, enquanto que “arrival“ está como embarque. Deveria, porém, ser o contrário! Não da para saber se o erro foi realmente do tradutor ou do designer que trabalhou com as imagens, mas da para imaginar a confusão que isso já não causou para passageiros que chegam em cima da hora.

O que vai beber?

Com o aumento do número de turistas, é comum a tradução do nome de bebidas em cardápios e menus de restaurantes. Isso não quer dizer, entretanto, que a tradução fará sempre sentido, não é mesmo? Ou, pelo contrário: fará até demais. Nesse menu, por exemplo, a palavra “cocô” foi traduzida como “shit“, que significa o mesmo em inglês. O certo seria “coco”, nesse caso, referindo-se ao fruto. Diante disso, podemos considerar que esse erro grotesco não tenha sido revisado pelo tradutor e nem mesmo por quem publicou. Ou será que optaram pela tradução de alguma máquina?

Que prato é esse?

A gente sabe que, assim como acontece em grande número no Brasil, na China não é diferente. O número de gafes é gigantesco na área de tradução. Esse prato é apenas um exemplo disso. O nome diz “Smell of urine mixed with dried“. Além de a frase estar incompleta, a tradução com certeza desvalorizou esse prato no restaurante. Em português, seria algo como “Cheiro de urina misturado com (?) frito“. Mesmo especificando a fritura, quem é que vai pagar para comer isso? Nem pagando! Eca!

Prato que não engravida

É isso mesmo que você leu. Essa placa mostra em letras maiúsculas a frase que diz “Our food is guaranteed not to cause pregnancy“, que em português, significa “Nossa comida comprovadamente não causa a gravidez“. A frase presumidamente foi traduzida de uma outra língua estrangeira, que, por sua vez, foi mal escrita. Ou será que foi mesmo falha (e que falha!) de um tradutor? Só sabemos de uma coisa: nenhuma mulher em sã consciência vai a um restaurante para comer seu prato favorito e sair de lá como futura mamãe, certo? Ou errado? Tem louco para tudo nesse mundo!

Onde fica a saída? E a entrada?

A imagem mostra uma placa com a palavra “saída“ traduzida como “entrance“, que na verdade significa “entrada“. E ainda por cima, faltando a letra N! O erro da placa chegou nos jornais britânicos e teve, logicamente, uma repercussão nada agradável. A culpa caiu sobre a empresa terceirizada, que rapidamente corrigiu o erro. Seria mais fácil ter evitado esse erro grotesco recorrendo a um revisor, não é mesmo? Ou será que o revisor bebeu dois goles a mais no momento que fazia seu trabalho?

Chama o Google Tradutor!

Suponhamos que um norte-americano viaje ao Brasil e decida ir a este restaurante. De certo, esse menu vai render muitas gargalhadas, não é mesmo? A tradução não tem pé nem cabeça, além de ter muitos erros ortográficos. Com muito esforço, até que é possível entender, sendo ainda melhor assim do que sem tradução alguma. Porém, já se sabe que a contratação de uma empresa de tradução é a última coisa que esse restaurante quer. Nessas horas, até o Google Tradutor ajuda mais do que o chute.

Com o crescimento do número de tradutores freelances no mercado, erros como esses e muitos outros ocorrem frequentemente e são espalhados pela web. Então você já sabe: seja a tradução de documentos, notícias, livros, títulos de filmes, menus ou placas, nunca publique nada sem antes confirmar se está tudo certo. Assim, você poupa colocar o futuro do seu negócio em risco e evita recontratar o dito profissional!

FonteFidelity.

Publicações relacionadas

4 Thoughts to “Top 7: Gafes mais engraçadas de erros de tradução”

  1. Eu to chocada com o último cardápio hahahahaha

    1. Essa foi uma pesquisa rápida, mas existem muitas pérolas por ai hehehe. Obrigado pela visita!

  2. Muito bom o artigo! E engraçado também!

    1. Valeu Alan! Obrigado pela visita!

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: