Ciência Extraterrestre 

Encontrar vida alienígena inteligente seria dar esperança para nosso futuro

Nós realmente estamos sozinhos no universo? Não sabemos. Mas como disse Carl Sagan, se estivermos, isso se parece com um desperdício de espaço horrível. Na cúpula global da Singularity University, Jill Tarter e Bernard M. Oliver membro do instituto SETI, discutiram a missão de responder essa questão que nos assombra a muito tempo.

O Instituto SETI é uma organização dedicada em descobrir algum sinal inteligente no cosmos, alguma coisa que nos indique que temos companhia, e Jill Tarter está na agencia desde o começo. Ellie Arroway, personagem interpretada por Jodie Foster no filme Contato, foi baseada no trabalho de Jill.

Ao contrário de contato, ainda temos de encontrar um sinal, mas Tarter acha que estamos chegando mais perto.
Ao contrário de contato, ainda temos de encontrar um sinal, mas Tarter acha que estamos chegando mais perto.

Nos últimos anos, Tarter disse, nós descobrimos que a vida pode sobreviver em condições  variáveis e extremas, de surpreender, e há mais planetas como o nosso na galáxia do que imaginávamos. Encontramos até um planeta parecido com o nosso orbitando na nossa vizinhança. Proxima Centauri é uma pequena estrela, um pouco opaca cerca de quatro anos-luz de nós, e é o lar de um planeta como a Terra com o potencial de água no estado líquido.

As chances parecem melhores do que nunca.

Tarter disse que a questão agora é: “Qual destes mundos potencialmente habitáveis é realmente habitado?” O Instituto SETI é uma das maneira que poderíamos descobrir. Filtrando a vibração eletromagnética do cosmos, podemos encontrar algo um pouco estruturado, algo que só uma outra civilização tecnológica poderia ter produzido.

Isto é o sinal de abalar o mundo que o Instituto SETI está buscando.

Mas porque SETI?

seti-instituteSe você é um nerd do espaço, a busca do SETI é fascinante.

Mas é fácil supor que todo mundo sente o mesmo, mas nem sempre é o caso. O universo é quase comicamente enorme; suas características mais salientes são impossivelmente distantes; e estudos astronômicos pode parecer um pouco distante da realidade na Terra.

Proxima Centauri, por exemplo, é apenas um passo no grande esquema, mas ainda é uma distância alucinante para nós viajarmos. Se a nave espacial Voyager fosse arremessada agora para fora do sistema solar na direção certa, eles levariam dezenas de milhares de anos para chegar a Proxima Centauri.

Nós podemos um dia fazer naves mais rápidas. Mas mesmo com a velocidade da luz, o limite de velocidade do universo é inquebrável (ainda imaginamos), levaríamos cerca de 100.000 anos para percorrer nossa galáxia de ponta a ponta.

Por que dedicar tempo, dinheiro e alguns cérebros seriamente brilhantes para descobrir uma outra civilização que nunca poderemos visitar ou até mesmo trocar gentilezas? Isso não é apenas para o bem dela, de acordo com Tarter.

Ela acha que a busca por ET’s oferece uma perspectiva mais unida, tornando nossas diferenças parecerem menores. E se encontrarmos com sucesso uma outra civilização, ela irá imediatamente oferecer esperança para a sobrevivência de nossa espécie.

Citando Philip Morrison, Tarter chama SETI de “a arqueologia do futuro.”

A arqueologia tradicional é o estudo do passado com base nas provas que sobreviveram em pé ou semi-enterrados na areia de civilizações antigas que desapareceram ou foram substituídas. Larson disse que a arqueologia tradicional nos diz o que foi uma vez. Mas SETI poderia mostrar-nos o que podemos ser.

Se sociedades tecnológicas como a nossa não persistirem, a probabilidade de nós ouvirmos deles é baixa. Toda a história humana é um pontinho no tempo cosmológico, e nós tivemos a tecnologia avançada por uma fração daquele pontinho. Se a inteligência e tecnologia não duram muito tempo, você pode imaginar civilizações como a nossa, como flashes desconectados no cosmo-brilhante, mas curto e improvável para vermos uns aos outros.

Mas se SETI obtiver sucesso e detectar uma assinatura tecnológica lá fora, isso sugeriria civilizações tecnológicas, de fato, persistem o tempo suficiente para se sobrepor no tempo. E isso sugeriria, por sua vez, que, apesar de nossas lutas e desafios e deficiências, podemos persistir também.

Esse sinal, então, seria uma esperança instantânea do nosso futuro.

A busca.

Podemos encontrar vida simples em nosso próprio sistema solar, talvez em Marte ou em alguma lua aguada do sistema solar. Mas parece que vamos ter que olhar para outras estrelas na busca de uma civilização tecnológica como a nossa. Existem algumas maneiras que podem fazer tal descoberta.

Uma sociedade mais avançada que a nossa pode construir grandes estruturas em torno de sua estrela. Estas obras maciças poderiam, em teoria, bloquear uma fração significativa da luz de seu sol.

Um caso misterioso, apelidada de Estrela do Gato Malhado(Estrela Tabby), recentemente despertou a imaginação quando os cientistas observaram que mais de 22% de sua luz é bloqueada de tempos em tempos. Há uma série de suposições competindo pelo real motivo, incluindo um enxame de cometas, mas é claro, a mais relatada é a possibilidade de mega-estruturas alienígenas no espaço indicando uma civilização tecnologicamente avançada.

O júri ainda está distante da “Estrela do Gato Malhado”, no entanto, e os cientistas advertem que alienígenas não são, neste momento, a explicação mais provável.

Mais tradicionalmente, SETI tem usado os telescópios de rádio para ouvir os tipos de sinais que os seres humanos começaram a produzir há pouco tempo com o advento da tecnologia de telecomunicações. Houve alguns momentos, incluindo o emocionante famoso sinal “Uau!”, e um sinal mais recente detectado por um telescópio da Rússia, mas até agora, nenhum deles demandou uma investigação mais aprofundada.

“Existirão sinais que você irá ver uma vez e não verá novamente”, disse recentemente Seth Shostak do SETI a Space.com. “É como as pessoas que vêem fantasmas. Se você vê-lo uma vez, mas quando você olha para trás, com uma câmera e tudo isso, ele não está lá, o que você conclui disso?”

No caso do sinal da Rússia, apesar de uma rodada de especulações furiosas, pensa-se agora existirem origens humanas na nossa vizinhança, em oposição aos alienígenas de muitos anos luz de distância.

Mas nós realmente apenas começamos a busca.

“Hoje, nossa tecnologia é muito jovem em um universo muito antigo, e nós realmente não sabemos se é possível envelhecer. Não sabemos se é possível para a tecnologia estabilizar uma civilização, ou um planeta astronomicamente longo”, disse Tarter.

“Mas se SETI tiver sucesso, sabemos imediatamente que em algum lugar, alguém conseguiu amadurecer, e isso significa que podemos fazê-lo também.”

Fonte: Jason Dorrier de Singularity Hub.

Publicações relacionadas

2 Thoughts to “Encontrar vida alienígena inteligente seria dar esperança para nosso futuro”

  1. Olá, Tudo Bem ? Estou amando visitar e ler os artigos deste Blog, sempre tem artigos com muitas informações interessantes, e ótimas dicas, realmente um dos melhores site que já visitei. Muito Bom !!

    Parabéns !!

    1. Muito Obrigado por compartilhar sua opinião amigo, fique a vontade também em sugerir assuntos interessantes, estou sempre buscando informações úteis que de alguma forma ajudem a vislumbrarmos nosso futuro! Grande abraço!

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: