Drone na exposiçãoSegurança 

Drones operados por gangues criminosas são usados para entrega de drogas, telefones celulares e até armas para os prisioneiros.

prisão Bronzefield em Surrey
Exclusivo: oficiais de inteligência têm usado os veículos não tripulados para soltar um pacote do mesmo tamanho e peso de uma arma em prisões durante o teste secreto, levantando preocupações de segurança.

Drones operados por quadrilhas do crime organizado representam uma ameaça crescente para a segurança nas prisões da Grã-Bretanha, oferecendo uma nova rota para o contrabando de drogas e armas de fogo nas mãos de criminosos, altos funcionários admitiram.

Pequenos drones comerciais estão sendo usados ​​para transportar pequenos volumes contendo mercadorias ilícitas desde telefones móveis a drogas sintéticas em prisões, onde eles ameaçam a segurança, aumentando a disponibilidade de substâncias tóxicas que podem provocar desordem nas prisões.

Oficiais de inteligência do National Offender Management Service (NOMS) revelaram que eles também estão preocupados com o potencial uso de veículos aéreos não tripulados (drones) por controle remoto para entregar armas letais em prisões depois que um pacote do mesmo tamanho e peso de uma arma foi removida com sucesso se ser percebido em uma prisão de segurança máxima não identificada durante o teste dissimulado no início deste ano.

As investigações sugerem que vários incidentes em que drones têm sido usados ​​para sobrevoar prisões ou entregar pacotes nos últimos 18 meses foram ligados a grupos de crime organizado. Como resultado, os governadores estão agora se preparando para tais violações de segurança por drones que tendem a ser um problema mais frequente em 150 prisões da Grã-Bretanha.

Drone na exposição
Um drone na exposição de defesa e segurança ExCel em Londres

A NOMS disse que o número de tentativas de se infiltrar em prisões usando drones de quatro ou seis rotores amplamente disponíveis através da Internet ou de varejistas de rua permanece pequeno, mas está crescendo rapidamente. Nos cinco meses a maio deste ano, nove incidentes foram detectados na Inglaterra e no País de Gales, em comparação aos quatro registrados durante todo o ano de 2014.

Falando em uma entrevista durante na feira internacional de Equipamentos de Defesa e Segurança em Londres, os analistas da NOMS descreveram o uso de drones como uma “ameaça emergente”, que irá aumentar à medida que a tecnologia se torna mais barato e mais fácil de usar.

Eve Richard, analista sênior da unidade de inteligência da NOMS, disse: “Em suma, a nossa inteligência sugere que o uso de drones para entregar itens em nossas prisões é uma ameaça emergente. Não é um grande problema no momento, mas existe o potencial para isso aumentar e tornar-se mais um problema. ”

Slides mostrados na apresentação salientaram a natureza da ameaça, acrescentando: “A inteligência sugere o uso de drones para transportar itens em prisões se tornará mais comum conforme a tecnologia avança, os custos reduzem e a confiança na sua utilização e funcionalidade cresce.”

Richard acrescentou: “Todas as prisões são vulneráveis – não importa onde elas estão, não importa que tipo de prisioneiro que elas têm, não importa que tipo de categoria de segurança que são. Em todos os lugares existe vulnerabilidade porque é o espaço aéreo e, enquanto você pode passar com um drone por cima do muro você está vulnerável. ”

Os analistas da Noms disseram que os drones estavam sendo usados como uma alternativa de estabelecer uma forma hi-tech para o contrabando de itens ilegais em prisões e diminuir as outras maneira  como o uso de visitas ou “arremesso”, onde os pacotes são simplesmente jogados sobre os muros das prisão em pátios de recreio.

Um drone sofisticado é capaz de ser precisamente manobrado usando a tecnologia GPS e transportar uma carga útil de até 1,5 kg, pode ser comprado por menos de US$ 1.500,00 e controlado com pouco de treinamento.

Os recentes incidentes em que foram usados drones para violar a segurança incluem uma tentativa em março onde um drone fez um sobrevoo na prisão  Bedford com um pacote contendo telefones celulares e drogas. A aeronave ficou presa em arame farpado após ter sido, provavelmente, desestabilizado por sua carga.

Um drone também foi visto sobrevoando a prisão HMP Long Lartin em Worcestershire à noite em uma possível missão de reconhecimento ou distração enquanto outro foi encontrado duas semanas atrás, depois de bater na cerca da prisão de Liverpool.

O sobrevoo do drone
Um drone também foi visto sobrevoando a prisão HMP Long Lartin em Worcestershire à noite em uma possível missão de reconhecimento ou distração

Os itens encontrados a bordo dos drones incluem um smartphones e cartões SIM – bem como acessórios, como carregadores e baterias, para permitir que criminosos continuem as agressões de dentro da prisão, e as remessas de drogas psicoativas sintéticas, como o “Spice”.

Os gerentes estão preocupados que a capacidade dos drones para entregar maiores quantidades destas drogas em prisões poderia ter um efeito de retardamento na segurança, aumentando o risco de violência contra os agentes e entre os prisioneiros.

Lorna Shore, chefe da Unidade de Análise de Inteligência do NOMS, disse: “Em um dia-a-dia normal estamos administrando ataques contra o pessoal e os prisioneiros e eles estão ficando cada vez mais grave e mais difíceis de gerir. Nós realmente não entendemos as razões, mas pode haver algumas ligações com a entrada das novas substâncias psicoativas.”

Uma das ameaças mais preocupantes colocados por drones é o seu potencial para infiltrar armas escondidas até mesmo nas prisões mais seguras.

Como parte de um estudo de três meses dos riscos do uso dos drones, o NOMS disse que tinha realizado um teste de voo de um deles sobre uma prisão de segurança máxima. O drone conseguiu voar sobre a prisão e soltar um pacote de tamanho e peso semelhante a uma arma antes de se retirar sem ser notado por qualquer da equipe de plantão.

Richard disse: “Nós não tivemos conhecimento de que drones estavam sendo usados ​​para o tráfico de armas; no entanto, podemos, obviamente, reconhecer que o potencial é grande”.

Drone investigações
A NOMS disse que estava trabalhando com a Agência Nacional de Crimes após investigações

A NOMS disse que estava trabalhando com a Agência Nacional de Crimes após investigações sugerirem que indivíduos com potenciais ligações a redes de criminalidade grave e organizada estavam por trás de alguns dos voos com drones.

Shore disse: “Precisamos entender melhor se há um esforço coordenado por trás disso.”

As autoridades estão agora analisando a aquisição de tecnologia que pode conter a ameaça de drones, incluindo produtos que podem interferir com o sinal de rádio dos controles dos drones e trazê-los com segurança para a terra.

Enquanto isso, os funcionários da inteligência salientaram que a perspectiva de um drone ser usado para o transporte aéreo um prisioneiro para fora da prisão continua a ser altamente improvável. Eles apontaram para uma tentativa recente de um entusiasta dos equipamentos  levantar-se usando vários drones atrelados a uma armação de metal, o que resultou no homem sendo levantado do chão por apenas dois segundos.

Fonte: The Independent Logo

 

Publicações relacionadas

13 Thoughts to “Drones operados por gangues criminosas são usados para entrega de drogas, telefones celulares e até armas para os prisioneiros.”

  1. Pensei que a matéria fosse sobre o Complexo Penitenciário de Bangu no Rio de Janeiro.

    1. esta começando acontecer em vários locais no mundo, publiquei ela na intenção de mostrar essa possibilidade de uso para o mal da tecnologia

      1. Vejo a matéria em breve no RJTV.

  2. Nem os drones estão livres hahaha

    1. o ser humano faz qualquer coisa pelos seus vícios, inclusive usar tecnologia hehehhe

  3. Tá, mas convenhamos que ainda vai prevalecer o chamado “arrego” que permite desde pedofilia dentro dos presídios até mesmo pro seco com caviar. Sem querer generalizar mas pior que CRIMINOSO são os BANDIDOS FARDADOS pois esses últimos iludem nossa confiança.
    Vide os últimos acontecimentos em São Paulo onde para vingar a morte por criminosos a dois soldados um da Guarda Municipal e outro da PM, um grupo de BANDIDOS FARDADOS saiu as ruas para eliminar mais de 10 inocentes. Cansa ver esse tipo de reportagem e ao mesmo tempo que aprovaram penas maiores para mortes de policiais e parentes dos mesmos ( o que sou a favor ) na via de mão dupla que deveria existir para esses que não honram a farda a pena deveria ser dobrada.
    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2015/09/novas-imagens-mostram-acao-da-pm-que-terminou-em-morte-no-butanta.html

    1. é meu amigo, não dá para ignorar estes fatos, eu trabalho com comunicação e sei bem como é, as pessoas se esquecem que existe o lado podre da sociedade em todos os setores, inclusive na minha área, onde muitos comunicadores são comprados, coagidos e oprimidos, nosso sistema está deteriorado a muito tempo e as pessoas tapam o sol com peneira. Obrigado por participar meu caro colega

  4. Estava demorando eles usarem os drones para mal, si bem que isso já acontece, porque EUA usa para espiar muita gente e fazer o mal em Iraque..Para isso eles querem tanto essas tecnologias, para fazer o bem nunca foi..Adorei o post..
    http://petitluxo.com/

    1. O ponto fraco da tecnologia, são as pessoas e suas intenções por trás dela, caso contrário é apenas um processo de evolução. Obrigado por participar

  5. a coisa ta ficando feia

  6. Infelizmente não há de como se impedir que usem a tecnologia para o mal !

  7. What’s the resolution of the camera on the drone?

    1. In the matter, as something informative, there were no technical specifications for details of the equipment used, but you raised a great opportunity to write about drones and their cameras. With technological advances, the drones are able to turn real pieces of war, with images in 4k and less detectable by humans.

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: