Ciência 

Cientistas alegam ter inventado um dispositivo estilo Matrix que envia habilidades para o seu cérebro instantaneamente

maxresdefault

Se isso parece bom demais para ser verdade, provavelmente é. Esta semana, uma equipe da unidade de pesquisa da Laboratórios HRL na Califórnia, anunciou que tinham inventado uma interface que poderia ensinar aos novatos pilotarem um simulador de voo usando uma técnica chamada Transcranial Direct Current Stimulation(tDCS) ou Estimulação Transcraniana por Corrente Direta, que dizem acelerar o aprendizado e a habilidade de retenção.

“Medimos os padrões da atividade cerebral de seis pilotos comerciais e militares, e em seguida, transmitimos esses padrões para indivíduos novatos enquanto eles aprendiam a pilotar um avião em um simulador de voo realista”, o pesquisador chefe Matthew Phillips disse em um comunicado de imprensa, acrescentando que o sistema melhorou instantaneamente suas habilidades de pilotagem e estavam voando como profissionais.

Parece incrível, não é? Assim como quando Neo teve as habilidades de jiu-jitsu e kung fu enviados diretamente para seu cérebro no filme Matrix, aprender uma nova habilidade com esforço zero é o sonho absoluto.

Trilogia completa do filme Matrix na Amazon

Mas apesar do que as manchetes como “Cientistas descobrem como fazer upload de conhecimento para seu cérebro“, e “Tome a pílula vermelha: pesquisadores desenvolveram um estimulador cerebral estilo Matrix que instantaneamente ensina habilidade,” implicam, não estavam nem perto de fazer disso uma realidade.

Deixando a decepção de lado, vamos olhar o que está errado com este estudo.

A publicação na revista Frontiers of Human Neuroscience (Fronteiras da Neurociencia Humana), a equipe da HRL Labs descreve o experimento, que envolveu 32 individuos para a pesquisa que não tinham nenhum treinamento de pilotos e seis pilotos profissionais. Os pilotos foram convidados a pilotar um avião em um simulador de vôo realista, enquanto sua atividade cerebral foi monitorada.

Em seguida, os sujeitos de pesquisa foram amarrados no simulador de voo, enquanto os seus cérebros foram estimulados a imitar a atividade dos pilotos. Às vezes, seus cérebros foram estimulados de forma aleatória para excluir o efeito placebo.

John Wenz em Mecânica Popular explica os resultados:..

Os resultados mais significativos foram encontrados na faixa de energia entre 4 e 7Hz, ou “theta”. Os pilotos novatos receberam uma variedade de tarefas de aviação, incluindo a aterrissagem do avião. Eles se destacaram nisso, mas não conseguiam descobrir desvios de voo de um falso piloto automático com defeito. Veja mais sobre ondas theta no site Somos Todos Um.

Tendo visto que os sujeitos da pesquisa aprenderam novas habilidades, enquanto que o grupo controle não, os pesquisadores concluíram que eles tinham aprendido, “descobriu-se que a estimulação de baixa corrente elétrica cerebral pode modular a aprendizagem de habilidades complexas do mundo real”.

O primeiro problema com tudo isso é o jornal que a equipe escolheu para publicar os seus resultados. Como assinala Wenz, Frontiers of Human Neuroscience é de propriedade da Frontiers Media, que tem estado no centro de muita controvérsia nos últimos anos, tendo sido forçada a retratar publicamente vários estudos falsos e defender o seu modelo altamente suspeito “pague para publicar” que tem sido amplamente condenado pelos cientistas.

Neste caso, “É culpa por associação”, diz George Dvorsky no Gizmodo “, mas a força de um estudo muitas vezes pode ser adquirida pela qualidade da revista em que é publicado”

O segundo problema é que a equipe parece estar sob muita pressão para fazer este invento funcionar, ou pelo menos fazer parecer que ele funcione. Como Dvorsky explica, a HRL Laboratories faz pesquisa e desenvolvimento para a Boeing e General Motors, e já registrou uma patente para a sua interface de “aumento de cérebros”, então a perspectiva de ganho financeiro poderia ter encoberto os resultados, ou sua percepção dos resultados.

Como restaurar habilidades perdidas com neurotecnologia

Mark S. George, um professor de psiquiatria, radiologia e neurociências na Universidade de Medicina da Carolina do Sul, e editor-chefe da revista científica Brain Stimulation, disse a Gizmodo que os resultados são baseados em um estudo “estudo de uma pequena amostra em empregados vulneráveis, realizados pelos cientistas com patentes pendentes que irão ser influenciados pelo resultado”, acrescentando que no passado, os resultados de estudos de tDCs não conseguiram ser reproduzidos.

O que parece estar acontecendo aqui é que poderia haver resultados reais, com o tDCS foi possível ver uma melhoria nas habilidades de simulação de vôo nos sujeitos do teste”, quando comparado com o grupo controle, de modo que o sistema poderia melhorar realmente a capacidade de um indivíduo de aprender. Mas isso é uma coisa muito, muito diferente de ser capaz de transferir instantaneamente conhecimento ou habilidades de uma pessoa para outra.

Sim, aprender novas habilidades ainda é difícil, mas aqui estão algumas dicas de como tornar isso mais fácil: a maneira antiga de aprendizado, baseadas na ciência.

Facebook Comments
Compartilhe!

Publicações relacionadas

8 Thoughts to “Cientistas alegam ter inventado um dispositivo estilo Matrix que envia habilidades para o seu cérebro instantaneamente”

  1. Nossa eu quero esse dispositivo pra ontem hehe..Adorei
    http://www.petitluxo.com

    1. Quem não iria querer né! heheheh

  2. Bem que eu precisava disso, minha cognitiva anda falhando absurdamente tanto que amanhã começam os check-up para ver se a máquina anda em curto, rsss. 😉

    1. Não é fácil meu amigo, como vc viu, existem empresas que pagam para publicarem algo inconclusivo, baseado na venda dos artigos, o que é algo triste, pois explora um público que acredita em tudo que é publicado na internet, infelizmente! Grande abraço!

  3. […] também podem consistir em entidades muito além de nossa compreensão, alcance e controle. Se a hipótese da simulação é verdade, e nós somos o produto de antepassados pós humanos (ou alguma entidade desconhecida), […]

  4. […] quarto, nos dar a capacidade de ver no escuro, vamos controlar o humor, restaurar nossas memórias, Ou fazer o “download”, como na trilogia do filme The Matrix. No entanto, neuro-dispositivos implantáveis também podem […]

  5. […] não estivermos em um mundo estio Matrix, então o mundo está prestes a acabar”, foi o que disse o CEO da Telsa e da SpaceX. Elon Musk […]

  6. […] quarto, nos dar a capacidade de ver no escuro, vamos controlar o humor, restaurar nossas memórias, Ou fazer o “download”, como na trilogia do filme The Matrix. No entanto, neuro-dispositivos implantáveis também podem […]

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: