Curiosidades 

Conheça o processo de apostas dentro da sua mente

Não basta ser bom em calcular probabilidades, é preciso ter controle psicológico e emocional para se tornar um grande competidor

Os grandes apostadores costumam dizer que o inimigo mais poderoso na hora de se  aventurar em uma partida não é o oponente bem preparado, as probabilidades baixas ou a pressão que vem de fora: o maior inimigo é sempre a sua própria mente. Pode parecer que essa constatação seja um tanto quanto dramática, mas é a mais pura verdade.

Podemos usar atletas esportivos como exemplo. Quantas vezes não vemos jogadores de futebol, que sabemos que são especialistas naquilo que fazem, mas que acabam se perdendo por não conseguir demonstrar controle emocional ou psicológico? A mente pode ser traiçoeira com aqueles que não estão bem preparados.

Não se trata de erros: o efeito das apostas na sua mente

O economista Richard Taller, no seu livro “Comportamento Inadequado: A Construção da Economia Comportamental”, afirma que “as pessoas são avessas ao risco no que diz respeito aos ganhos, mas procuram o risco no que tem a ver com as perdas”. Na prática isso faz muito sentido se você observar a reação dos bons e dos maus apostadores.

Quando estamos ganhando seguidamente, a tendência de administrar a vantagem é sempre maior. Porém, quando estamos em débito, a sensação de desconforto com esse cenário faz com que queiramos recuperar o “tempo perdido” o quanto antes – e é justamente nesse momento que surgem os erros mais graves.

Para ilustrar isso com um exemplo: o impacto emocional que sentimos ao ganhar R$ 100 é menor do que o impacto de perder R$ 100. Esse pensamento já foi motivo até de prêmio Nobel em Economia, quando em 2002 Daniel Kahneman e Amos Tversky receberam o prêmio por conta de suas pesquisas com a chamada “economia comportamental”.

Administração de riscos: a estratégia dos campeões

Não importa onde você esteja apostando: todo apostador, seja ele assíduo de sites de apostas online ou frequentador de casas de apostas, precisa ter uma estratégia. Apostar a esmo significa confiar 100% na sorte e, nesse caso, é bem mais provável que o azar venha visitá-lo do que o oposto.

Por estratégia, entenda que não existem receitas prontas. Afinal, o mundo das apostas não é uma ciência exata. Contudo, todos os jogos têm as suas características e as suas probabilidades. Você precisa saber quais são as suas chances de ganhar quando decide apostar em alguma coisa. É isso que vai determinar se o seu investimento vale o risco ou não.

Outro aspecto importante: todo apostador precisa ter as suas regras e uma estratégia a ser seguida. Note uma coisa interessante: provavelmente, a maioria das vezes que você perdeu em apostas foi porque em algum momento deixou a sua estratégia de lado.

Lembre-se que em apostas falamos de probabilidades. Isso quer dizer que de cada 10 apostas, por exemplo, pode ser que sua estratégia permita que você ganhe sete e perca só três, o que é um bom número.

Acontece que ao perder uma você se vê tentado a fazer algo diferente para se recuperar. Você deixa a estratégia de lado e o resultado, infelizmente, é que você acaba se perdendo no jogo e quando vê tudo se foi por água abaixo. Nesse caso, seu maior inimigo foi a falta de controle emocional.

O conhecimento é o melhor escudo

Se o cérebro adora nos pregar peças e o fato de não termos estabilidade emocional pode ser considerado determinante em algumas derrotas, quais são as melhores maneiras de se agir em direção contrária para evitar que isso aconteça? A resposta é simples: agregue conhecimento.

Quando apostamos tendo uma estratégia de jogo por trás da aposta, temos a tendência de nos sentirmos mais seguros. Em outras palavras é como se você soubesse que sim, algumas vezes a aposta não vai dar certo e tudo bem, isso é normal. Você passa a ter segurança para se controlar em momentos ruins.

Uma boa dica, portanto, é conhecer e estudar a estratégia utilizada pelos grandes vencedores. Eles ganham na maior parte do tempo não é por acaso. O que acontece é que por terem construído uma estratégia vencedora eles sabem que mesmo algumas pequenas derrotas no meio do caminho ainda são pequenas para abalar a confiança.

Dicas práticas para boas apostas

Podemos resumir o controle da mente sobre as apostas em quatro conselhos importantes, que listamos logo abaixo:

  • Não se empolgue com as vitórias: não deixe que uma sequência boa de resultados tire você da estratégia definida anteriormente;
  • Não se abale com as derrotas: o mesmo é válido na situação oposta, não deixe que uma sequência de resultados ruins o abale a ponto de perder as rédeas do jogo;
  • Tenha uma estratégia: conheça a estratégia dos vencedores e, sejam quais forem as regras que você adotar para si mesmo, siga-as com persistência;
  • Esteja com a cabeça em ordem: apostar requer atenção e concentração. Se você está passando por momentos difíceis, com problemas emocionais ou familiares, talvez seja melhor dar um tempo até que as coisas fiquem em dia.

Como você já pode perceber, apostar não é simplesmente colocar o seu palpite em alguma coisa e esperar pelo resultado. Você pode até fazer isso por diversão, mas se você quiser apostar seriamente pensando em ganhar, ter uma estratégia e principalmente conhecimento sobre o jogo em questão é fundamental.

Texto: Luana Sudré Link Builder da agência SEO Marketing

 

Publicações relacionadas

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Translate »
%d blogueiros gostam disto: