Como o sexo pode pode deixá-lo com a língua solta

O orgasmo pode torna-lo mais susceptível em revelar seus segredos mais profundos.

  • Depois de ter um orgasmo, as pessoas experimentam um aumento de ocitocina.
  • Também conhecido como o hormônio “pro-social”, faz as pessoas se sentirem mais confiáveis
  • E a comunicação entre as pessoas depois do sexo é tipicamente positiva
  • Porém, misturar álcool com sexo pode ter o efeito contrário

O orgasmo não é apenas bom para sua relação sexual, ele pode ajudar a melhorar sua comunicação com os outros.

Um estudo descobriu que depois de ter um orgasmo, as pessoas ficam mais propensas em compartilhar informações importantes com seu parceiro.

E essa comunicação é positiva por causa do aumento na produção do hormônio chamado ocitocina, conhecido como o hormônio “pró-social” ou hormônio do amor.

chagar-ao-orgasmo-juntos
Um estudo da Universidade de Connecticut descobriu que após ter experianciado u orgasmo, as pessoas ficam mais passivei em compartilhar informações importantes com seus parceiros e a comunicação tende a ser positiva. Tudo isso ocorre graças a explosão na produção de ocitocina conhecido como o hormônio “pró-social” ou hormônio do amor.

“A comunicação pós-coito é provavelmente ligada à satisfação sexual e de relacionamento”, disse Amanda Denes, professora assistente da Universidade de Connecticut, e principal autora do estudo. “Por esta razão, as conversas na cama cumprem um papel importante em manter a intimidade no relacionamento”

A ocitocina explode no cérebro da pessoa imediatamente depois do orgasmo.

Níveis elevados de ocitocina estão ligados com um grande senso de confiança e diminuem a percepção de ameaça, e ainda reduzem os níveis de cortisol, o hormônio do stress.

Esta combinação pode criar um ambiente favorável onde as pessoas se sentem confiantes em compartilhar informações com seu parceiro. Mas no mesmo estudo encontro o efeito contrário quando esta experiência se mistura com o uso de álcool.

Denes disse que imediatamente depois do sexo, as pessoas que beberam revelaram informações aos seus parceiros que geralmente não tinham a intenção de dizer em condições normais.

No entanto, isso geralmente consiste em informações menos importantes e é menos positivo do que o de pessoas que bebem menos, em média.

“A ocitocina é um hormônio de ‘elevação’ e álcool é um ‘desacelerador’, portanto, não é surpreendente que eles têm efeitos opostos sobre o comportamento”, acrescentou Tamara Afifi, Professora da Universidade de Iowa, e co-autora do estudo. “As pessoas que bebem mais álcool, em média, perceber menos benefícios na divulgação de informações aos seus parceiros.”

sexo e informações
Entretanto, o estudo também descobriu que quando o álcool entra em cena as informações são divulgadas de uma forma negativa, sendo reveladas informações que poderiam permanecer em segredo.

Enquanto o álcool combinado com falta de ter um orgasmo os resultados são ainda mais negativos.

O estudo sugere que um orgasmo pode neutralizar os efeitos negativos do consumo de álcool sobre a comunicação após a atividade sexual e que as pessoas que bebem regularmente maiores quantidades de álcool antes de ter relações sexuais, podem ter padrões de comunicação desenvolvidos que interferem na comunicação positiva pós-sexo.

Os resultados são publicados na revista Communication Monographs e da Associação Nacional de Comunicação.

Um comentário em “Como o sexo pode pode deixá-lo com a língua solta

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: