Chris MilkRealidade Virtual 

Como a realidade virtual pode criar a maquina de empatia perfeita

Chris Milk usa tecnologia de ponta para produzir filmes surpreendentes que agradam e encantam. Mas para Milk a história humana é a força motriz por trás de tudo o que ele faz. Neste vídeo, com uma conversa encantadora, ele mostra algumas de suas colaborações com músicos como Kanye West e Arcade Fire, e descreve suas últimas experiências estonteantes com a realidade virtual. (Esta palestra foi parte de uma sessão no TED2015 convidado por Pop-Up Magazine)

 

Publicações relacionadas

2 Thoughts to “Como a realidade virtual pode criar a maquina de empatia perfeita”

  1. […] Não que possamos iniciar o envio de jornalistas com equipamentos de filmagem em realidade virtual amanhã. Por um lado, nem todos têm as oito câmeras personalizadas e uma plataforma de microfones binaurais que Milk usa. (No entanto, sua empresa a VRSE.tools está trabalhando nisso.) Há também uma curva de aprendizado enorme para aqueles que querem saber como fazer realidade virtual, e o público é ainda limitado. (“Um dos desafios da RV é que a entrega disto a um usuário pode ser um desafio e há muitos pontos de atrito”, diz Silverstein.) Depois, há o fato de que notícias e jornalismo se movem muito mais rápido do que a produção em realidade virtual. “A linha do tempo sobre este assunto tem sido um pouco insana,” Milk diz um pouco triste. […]

  2. […] Como Realidade Virtual pode criar a Máquina Empatia definitiva […]

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: