Nebula VeilCiência 

A Terra foi um dos primeiros planetas habitáveis do universo…

…e poderemos perder a chance de conhecer civilizações alienígenas no futuro.

Civilizações alienígenas poderão nascer no futuro, mas eles chegarão no universo um pouco tarde que não terão ideia de como tudo começou, afirmam os cientistas.

Nebula Veil
Telescópio Espacial Hubble da NASA descobriu detalhes incríveis de uma pequena seção da Nebula Veil

A Terra foi um dos primeiros planetas habitáveis no universo, de acordo com um novo estudo.

Nós estamos entre os 8% de planetas que podem potencialmente dar suporte a vida quando surgiu a 4.6 bilhões de anos atrás, de acordo com os astrônomos por trás do estudo. Muitos dos planetas similares à Terra não vão se transformar em muito tempo, e é provável que isso ocorra depois que o nosso próprio sol deixar de existir em aproximadamente 6 bilhões de anos.

Os astrônomos olharam os dados dos telescópios Hubble e Kepler para chegarem a esta conclusão. O artigo foi construído em parte para olharmos para que tipo de planetas suportam a vida e que podem sustenta-la em algum lugar no universo.

O chefe de pesquisas Dr Peter Behroozi, do Space Telescope Science Institute (STScI) em Baltimore nos Estados Unidos disse: “Nossa principal motivação foi entender o lugar da Terra no contexto do resto do universo. Em comparação com todos os outros planetas que nunca irão se formar no universo, a Terra se formou bem cedo.”

A humanidade chegou cedo o suficiente para ser capaz de ver o passado, para os primórdios do universo com telescópios como o Hubble e outros equipamentos.

Mas esse mesmo entendimento pode estar fora dos limites para as civilizações futuras. Porque o universo está se expandindo tão rápido, que qualquer evidência observável de seu início é susceptível de ser apagada, deixando as pessoas no futuro sem nenhuma pista sobre como o universo surgiu e para onde ele vai.

Observações de galáxias mostram que estrelas de 10 bilhões de anos atrás estavam se formando rapidamente, mas o processo usava apenas uma fração de todo o hidrogênio e hélio no universo.

Hoje, as estrelas estão nascendo em um ritmo muito mais lento e, com a quantidade de matéria-prima disponível ainda é provável que continuem sendo criadas por um longo tempo.

Kepler havia mostrado que os planetas do tamanho da Terra ocupando “zonas habitáveis” – o caminho orbital da distância correta de uma estrela para permitir a água de superfície líquida – são comuns em nossa galáxia, a Via Láctea, os cientistas acrescentaram.

Eles estimam que pode haver um bilhão de planetas do tamanho da Terra na Via Láctea, uma grande parte dos quais são rochosos.

Esse número sobe quando os outros 100 bilhões de galáxias no universo observável são levados em conta.

Não se espera que a última estrela se extingua até 100 trilhões de anos a partir de agora, proporcionando tempo para um número incontável de planetas como a Terra potencialmente sustentam a vida se formem em zonas habitáveis.

Terras futuras são mais propensas a aparecer dentro de aglomerados de galáxias gigantes e galáxias anãs que ainda têm grandes reservas de gás para construção de estrela, disseram os cientistas.

A pesquisa está publicada no jornal Monthly Notices da Sociedade Astronomica Real.

Fonte: The Independent Logo

Publicações relacionadas

3 Thoughts to “A Terra foi um dos primeiros planetas habitáveis do universo…”

  1. Ah não, mas não mesmo, com toda minha ignorância discordo completamente dessa teoria, mesmo porque o que enxergamos é apenas uma parte do Universo da 1ª dimensão e os outros que nem temos entendimentos sobre?
    Que falta Carl Sagam faz numa hora dessas. Vejo ele dizendo: “O Universo é infinito, não temos como mensurar sua extensão. A própria matéria diz, “Universo observável”. 😉

    1. Sim, sua resposta está implícita no texto, caro colega, existem muitas coisas além de nós e nossos instrumentos que podem ver por nós. Adorei sua resposta!

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: