nunca usar óleo de canolaCuriosidades Saúde 

5 razões para nunca usar óleo de canola

nunca usar óleo de canola

O óleo de canola tem sido um item regular nas prateleiras dos supermercados e das lojas de alimentos saudáveis. Tudo isso por causa da sua popularidade que se estendeu por quase duas décadas. O óleo de canola continua ser extremamente atraente para os consumidores e ainda é o óleo de cozinha mais preferido no setor de restaurantes. O óleo também é conhecido por seus aparentes benefícios que incluem linhas de cintura menores, um coração saudável e um ambiente mais limpo.

No entanto, muitas pessoas não sabem que o óleo de canola pode realmente prejudicar a saúde. A planta de canola é uma versão híbrida de colza, que sofre uma variedade de processos químicos antes de se transformar no popular óleo de canola. O óleo de colza foi uma vez popular por seu uso industrial, mas consumi-lo estava associado a uma variedade de problemas de saúde. Por ser um híbrido de colza, o óleo de canola pode revelar-se não uma escolha muito saudável.

Além disso, a planta de canola foi um dos primeiros organismos que foram geneticamente modificados. Isto significa que a planta de canola pode ter sido exposta a enormes quantidades de pesticidas. De acordo com isso, este artigo citará algumas razões pelas quais o óleo de canola pode ser problemático.

1 – A sua produção é questionável.

nunca usar óleo de canola
Canola geneticamente modificada

O óleo de canola passa por um extenso processo de fabricação que envolve produtos químicos. A planta de canola é pressionada para extrair o óleo. Adiciona-se lixívia ao óleo para separar as impurezas. Depois disso, o óleo é lavado e filtrado antes de sofrer um processo de branqueamento para remover o odor. “Como todos os óleos vegetais modernos, o óleo de canola passa pelo processo de refinação, branqueamento e degomagem.

Todos esses processos envolvem altas temperaturas ou produtos químicos de segurança questionável. E porque o óleo de canola é rico em ácidos graxos ômega-3, que facilmente torna-se rançoso e mal cheiro quando submetido a oxigênio e altas temperaturas, ele deve ser desodorizado. O processo padrão de desodorização remove uma grande porção de ácidos graxos ômega-3, transformando-os em ácidos graxos trans… “, a Weston Price Foundation foi citada em TheHealthyHomeEconomist.com.

2 – Contaminação química.

Como foi submetido a processos químicos extensivos, o óleo de canola pode ser contaminado com hexano, um subproduto tóxico da refinação de gasolina, advertiram os especialistas em saúde da Universidade de Berkeley.

3 – Ranço acelerado

O óleo de canola é conhecido por tornar-se ranço muito rapidamente. Quando consumido, o óleo ranço pode estimular os efeitos negativos sobre a saúde geral do corpo. A rancidez geralmente indica oxidação. “Você sabe o que acontece quando uma maçã é exposta ao ar? Oxidação é o processo que deixa ela com a cor marrom, tornando-a ruim. Se você comer óleos vegetais que já estão oxidados a partir do calor e da luz no processamento, você está expondo seus próprios tecidos saudáveis ​​a uma substância volátil que os prejudicará …. Oxidação, ou rancidez, não é apenas um dos principais contribuintes para a maioria das doenças degenerativas, mas também causa inflamação. O excesso de inflamação no corpo pode causar qualquer coisa, desde a artrite até doenças mais graves como Parkinson, estados de espírito bipolares, esquizofrenia e transtornos obsessivos compulsivos”, um artigo publicado na Food Renegade.com.

4 – Sem benefícios cardiovasculares

Contrariamente à crença popular, o óleo de canola não oferece nenhum benefício cardiovascular. De acordo com um artigo publicado no EmpoweredSustenance.com, vários estudos mostraram que os óleos vegetais, como os óleos de canola, podem realmente aumentar o risco de desenvolver doenças cardiovasculares. O artigo também observou que, embora o óleo de canola possa reduzir os níveis de colesterol ruim, os efeitos foram bastante curtos.

5 – O óleo de canola orgânico não é diferente

Mesmo os óleos de canola considerados orgânicos ainda sofrem vários processos de produção e podem não ter um perfil de ácidos graxos mais saudável em comparação com as variedades comerciais.

Este artigo (5 razões para nunca usar óleo de canola) foi originalmente criado e publicado pela Natural News.

Fonte: Wakingtimes

nunca usar óleo de canola

Publicações relacionadas

4 Thoughts to “5 razões para nunca usar óleo de canola”

  1. Pura verdade! Sempre soube disso por ter um irmão químico. Aconselho por incrível que pareça as pessoas usarem com moderação, banha de porco, banha de coco, manteiga clarificada ou azeite de oliva e sempre com moderação pois nenhum deles também é algo que se pode exagerar. Lembro ainda que usar manteiga é melhor que margarina. Boa saúde a todos com moderação. =)

    1. O meu amigo, quanto tempo, que bom ver seu comentário! É verdade, aquele dito popular, o peixe morreu pela boca não é atoa né hehehhe. É isso mesmo, evitar os exageros! Grande abraço!

  2. Nossa! Tô boba! Tudo porcaria industrializada e a gente pagando mais caro e achando que está abalando!

    1. Sim, a ganância da indústria é tão grande! Veja só, isso é apenas um exemplo, existem muitas outras coisas que envenenam nosso organismo aos poucos! Tudo em nome do lucro! Obrigado por participar!

Obrigado por ler, deixe seus comentários e não esqueça de compartilhar

%d blogueiros gostam disto: